O macaco em busca da felicidade

             Neste maravilhoso livro de Nelson Albissu encontramos a história de um macaco que não estava feliz na floresta em que vivia. Resolveu sair dali e conhecer o mundo, mas desde que foi para a estrada só teve azar, a começar pelo seu rabo que foi cortado um pedaço por uma roda de carro de bois. Ganhou em troca do rabo uma navalha, que emprestou para o cesteiro que a quebrou; em troca ganhou um cesto que emprestou para o homem que colhia mandioca: acabou estragando o cesto. Ganhou em troca um saquinho de farinha que trocou por peixes que...
             Foi uma história divertida que os alunos de Pré ao 9º ano ouviram nas aulas de leitura na biblioteca no mês de setembro.

O homem do saco

               É tarde da noite e Porco Pino está sozinho em casa. Aproveita a ausência dos pais que foram jantar fora, para assistir ao seu programa predileto na televisão: Terror no cemitério. O programa está apenas começando quando toca o telefone...
               Uma história de mistério para todas as turmas da escola nas aulas de leitura que acontecem no ambiente da biblioteca, no mês de julho.

O pote vazio


                O Imperador da China precisava encontrar um sucessor, já estava velho e não tinha mais família. Quem cuidaria da China quando ele se fosse? Lançou um desafio para as crianças interessadas no trono: daria sementes a elas para que cuidassem durante um ano, e aquele que mostrasse ter feito o seu melhor, seria o próximo Imperador. 
                Esta foi história do mês de junho nas aulas de biblioteca, para todas as turmas.

João sem medo

  
       Entre as fábulas deste livro está a do João, um homem que não sentia medo algum, por isso mesmo é que recebeu o apelido de João sem medo. Ele viajava pelo mundo a procura de alguma coisa que lhe desse medo, ficou sabendo de uma casa mal-assombrada e foi em busca dela, para ver com os próprios olhos se era verdade mesmo que quem lá dormia ou amanhecia morto ou maluco. 
       Foi esta a história de terror contada na biblioteca em aulas de leitura no mês de maio, para os alunos de 1º ao 9º ano.

                                                              

      A Maria era uma ovelha que vivia no campo junto com as outras ovelhas. Ela fazia sempre tudo o que as outras ovelhas faziam: subia e descia morro, caminhava pelo deserto ou pelo gelado pólo, comia jiló sem gostar; até que percebeu que ela não precisava fazer o que as outras faziam se isso não lhe fizesse bem. Começou a pensar da sua maneira e percebeu que assim era melhor. Essa foi a história do mês de maio para os alunos do Pré I e II durante as aulas de leitura.


Ler, ouvir e contar

 
                        Ler, contar e ouvir histórias é sem dúvida uma ação que leva o estudante a imaginar, a criar, a se transportar para espaços desconhecidos explorando-os e decifrando os códigos presentes. A leitura permite que o aluno domine a linguagem em todos os seus aspectos (linguísticos, emocionais, culturais,...)
                       O projeto de leitura “Ler, ouvir e contar” tem como objetivo desenvolver o hábito da leitura de poemas, contos, romances e textos diversos; desenvolver a comunicação(oralidade) por meio da socialização das leituras realizadas.
Vilma Hemkemeier - Professora de Português das turmas 6º01, 6º02, 7º01, 7º02, 7º03, 9º01 e 9º02




Personagens de histórias

        
      Orientados pela professora de Português Teresa Ponstein, os alunos da turma de 6º ano 03 confeccionaram com materiais recicláveis um personagem que mais lhe chamou a atenção na leitura de seu livro. 

Bolsão do gibi

     


     Foram espalhados pelo pátio interno da escola quatro bolsões de gibis, com a possibilidade de leitura antes da aula e no recreio.

O coelhinho insone

     O coelhinho não queria dormir sozinho em seu quarto, como não tinha irmãos, resolveu dormir na casa de um amigo. Mas a cada lugar que ia para dormir, alguma coisa não funcionava: barulho demais, cheiro desagradável, espinhos e luz acesa. O que fazer se não conseguia dormir na casa de seus amigos?
      Em aulas de leitura os alunos de Pré ao 9º ano ouviram a história contada no mês de abril de 2017.

A tartaruga e a fruta amarela

      O escritor Ricardo Azevedo ouviu histórias que povo conta e reuniu-as em livros. A tartaruga e a fruta amarela é um conto de origem muito antigo, de tradição popular, já era contado bem antes de nossos tataravós existirem. Naquele tempo, quem ouvia e gostava, acabava contando para outras pessoas, que também passavam adiante. Assim, de boca em boca, o conto resistiu à passagem do tempo até se perpetuar no livro " Histórias que o povo conta".
      Aqui na escola, o conto se fez presente nas aulas de leitura  para as turmas de Pré ao 9ºano no mês de fevereiro de 2017.

Nina África

         Durante os dias 16, 17 e 18 de novembro fizemos na escola a socialização dos trabalhos envolvendo a consciência negra. Houve exposição de máscaras africanas, instrumentos musicais originários na África, as bonecas Abayomis confeccionadas por algumas turmas, apresentação de teatro da história Menina bonita do laço de fita, de Ana Maria Machado, apresentação de capoeira e a contação de história. 
          A história A lua, o macaco e o tambor, do livro de contos Nina África. conta a história da origem do tambor africano. Um macaquinho de nariz branco queria dar a lua de presente para a sua melhor amiga Nzinga e, com a ajuda de muitos outros macacos, subiu até o céu; mas acabou ficando na lua por uns tempos. Quando voltou, trouxe o tamborim, ou tambor como conhecemos. 
           Esta história foi contada para os alunos de Educação Infantil ao 5º ano durante os dias do evento e para as turmas de 6º ao 9º ano em suas aulas de leitura na biblioteca.
          


Histórias da avó

              Neste livro de contos tem a história "O cesto da avó", uma história onde duas crianças precisam enfrentar a bruxa da floresta, ou dos bosques, que adora ter crianças como sua principal refeição. Com alguns objetos recebidos de sua avó, Isabel e Miguel conseguem a simpatia de animais que vivem com a bruxa e os ajudam em suas tarefas e até mesmo a escapar deste lugar horrível, voltando para a  casa de sua avó, depois de uma grande pitada de magia.
              A história foi contada para alunos da Educação Infantil até o 9º ano em suas aulas de leitura na biblioteca da escola, durante o mês de outubro.

X Feira do Livro de Jaraguá do Sul

       Muitas turmas da Escola Anna Towe Nagel visitaram a X Feira do Livro de Jaraguá do Sul em horário de aula. Aconteceu em agosto deste ano, com a participação de alguns autores como Paula Pimenta, Milton Hatoum, Samir Yazbek, Fernando Bonassi e Silvio Mansani. Houve também contacões de histórias, lançamentos de livros, concurso de declamação, exposições e venda de livros.

O caso do espelho

   O conto, ou causo,  se passa em uma família simples, de poucas posses e conhecimentos. Moram em local bastante retirado. Certo dia o homem vai para a vila comprar mantimentos e se depara com o retrato de seu falecido pai em uma loja, o vendedor lhe explica se tratar de um espelho, mas o homem está convicto que é o retrato de seu pai e compra. Ao chegar em casa, o guarda em uma gaveta e a partir daí está feita a confusão.
  O desenrolar da história é muito engraçado, e divertiu os alunos de 2º ao  9ºano nas aulas de leitura de setembro.

Maria-vai-com-as-outras

    Maria era uma ovelha que vivia no bando e fazia sempre o que as outras ovelhas faziam. Mas um dia ela viu que as ovelhas se machucavam pulando do Morro do Corcovado, foi aí que ela percebeu que deveria pensar com sua própria cabeça; resolveu que não precisava fazer tudo só porque as outras também faziam, a partir daí pensou e só fez o que achou melhor para ela mesma.
    Esta história de Sylvia Orthof foi contada para os alunos de Educação Infantil, Pré e 1º ano no mês de setembro.

A bruxa que roubou o sol


    A bruxa não estava nada contente por ver que o povo da Floresta Encantada vivia sempre feliz. Ela então, bolou um plano para roubar o Sol, porque achava que ele era o motivo de tanta alegria.
    O desenrolar da história vai acontecendo e encantando os alunos desde a Educação Infantil até o 9º ano, durante as aulas de leitura do mês de agosto.

A tartaruga e o leopardo

         Nas sociedades africanas, debaixo de uma árvore ou em volta de uma fogueira, homens, mulheres e crianças se reúnem para ouvir belas narrativas envolventes, que divertem, transmitem costumes e valores morais passadas pelos Griots - contadores de histórias e donos de memória prodigiosa, verdadeiras enciclopédias vivas encarregadas de perpetuarem a tradição e a história de seus povos. 
         Na história do mês de junho, contada na biblioteca em aulas de leitura, os alunos de Educação Infantil ao 9º ano puderam conhecer uma das fábulas africanas: A tartaruga e o leopardo. Eles moravam em lugares diferentes na savana, mas acabaram caindo numa mesma armadilha. A tartaruga usa de sua esperteza para escapar de ser devorada pelo leopardo, que acaba lhe tirando também da armadilha dos caçadores. 

História

Esta foi a história deste mês nas aulas de biblioteca das turmas de Educação Infantil até o 9º ano.
"Todo dia, depois do café da manhã, Teo pega sua mochila e despede-se da mãe com um beijo. 'Cuidado com o duende', ela avisa quando Teo se põe a caminho da escola. Todo dia, Teo é cumprimentado por um duende horroroso que lhe cobra pedágio para atravessar a sua ponte. Teo tem uma idéia. 'Vamos brincar de adivinhar', ele sugere. Se Teo ganhar, poderá atravessar a ponte de graça. Isso funciona na primeira vez, mas no dia seguinte o duende da ponte novamente exige o pagamento do pedágio. Teo não consegue fazer uma charada todos os dias. Como será que ele vai resolver a questão com o duende da ponte? 
Este livro é uma história engraçada, com charadas e adivinhas criativas que divertem e encantam. Ao mesmo tempo, desperta nos jovens leitores a importância de ir a escola, mesmo porque nunca se sabe se um duende estará a espreita, no caminho da escola."

Minha ficha dos livros

Quero saber quais livros eu já li este ano. É muito fácil, seguindo estes passos:
- Entre no site:http://sge.jaraguadosul.com.br/hlogin.aspx - pode selecionar este site, copiar e colar barra de pesquisa do Google.
- Entre em Portal do Aluno.
- Preencha com o nº da sua matrícula, que está no seu boletim, a sua data de nascimento e clique em Pesquisar.
- Vai aparecer a página com seus dados pessoais, clique em Minha biblioteca.
- Vai aparecer os livros que você emprestou nos últimos tempos da biblioteca da escola.


Agora eu quero saber se o livro que eu quero emprestar está disponível na biblioteca, devo seguir estes passos:
- Clique em Consulta livros. Vai abrir a janela Consulta pública dos acervos.
- Coloque em Título acervo o nome do livro que você quer saber se tem na biblioteca da sua escola, e clique em Pesquisar, se quiser uma pesquisa mais detalhada, pode preencher os outros campos também.
- Ali vai mostrar o nome do livro e se ele está emprestado ou disponível. Vai mostrar também se ele existe em outras escolas, pois a consulta engloba as escolas municipais que já estão informatizadas e on line.
- Se não aparecer dados sobre o livro, é porque ele não existe na biblioteca da escola.

Brincadeira do limão

          Esta foi a semana de "Brincar de limão". É a brincadeira que fazemos na primeira semana de mês com as turmas de 1º até o 6º ano. Sentados em círculo ( no inverno ficamos no banco mesmo) cantamos uma música e passamos o limão, quando ela acaba, o limão também para, e quem estiver segurando o limão conta a história do livro. Com as turmas de Pré I e II  brincamos de "Quem quer contar história?", para aos poucos os alunos se acostumarem a falar.
"O limão entrou na roda, o limão, ele passa de mão em mão, o limão. Ele vai ele vem, ele aqui ainda não chegou."

Doação de livros

     No início do ano recebemos uma grande doação de livros por parte dos alunos da escola. Muitos títulos novos, outros que vieram duplicar para melhor atendimento aos leitores. Só temos a agradecer!!!

O velho, o menino e a mulinha

        No dia 18 de abril foi o dia Nacional do Livro Infantil e de Monteiro Lobato. Ele foi o primeiro escritor brasileiro a escrever e adaptar histórias para crianças.
        "Morre doido quem procura contentar toda gente", é a moral da fábula O velho, o menino e a mulinha, contada na biblioteca durante as aulas de leitura deste mês, em homenagem ao grande escritor.

O coelhinho que não era de Páscoa


                 Vivinho é um coelho normal: tem muitos irmãos e uma família legal. E o que ele vai ser quando crescer? Coelho de Páscoa, só pode ser! Mas Vivinho  quer outra profissão, será que os pais vão aceitar sua decisão?
                 História contada pela bibliotecária nas aulas de leitura de Educação Infantil ao 9ºano.